Produtos para Food Truck

A Berta Cozinhas Industriais, atenta as oportunidades de mercado, acredita na expansão dos negócios relativos à comercialização de alimentos em vias públicas, segundo a lei nº 15.947/2013 sancionada pelo prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), em dezembro de 2013.
A lei dá início a uma nova era na alimentação fora do lar no mercado nacional, com a possibilidade de criação dos Food Trucks – Caminhões ou Vans que podem ter dentro de si, verdadeiras cozinhas industriais para oferecer ao público das ruas, uma variada experiência gastronômica.
Muito comum nos Estados Unidos, o segmento de “food trucks” registrou um crescimento de 8,4% entre 2007 e 2012 e hoje acumula mais de 3 milhões de unidades espalhadas pelo país. Espera-se que essa indústria atinja o patamar de U$ 2,7 bilhões em 2017. Se depender de nosso empreendedorismo, estes números poderão ser alcançados no Brasil facilmente.

Antes mesmo da sanção da lei pela prefeitura, empreendedores já colocaram em prática seus projetos em locais privados como feiras gastronômicas e estacionamentos de empresas.
Alguns proprietários chegam a investir entre R$100 mil e R$ 300 mil aproximadamente na adaptação de um caminhão Mercedes Benz, o qual pode ter seu interior acabamento em aço inoxidável e equipado com refrigeradores, chapa, fogão, coifa, e tanque para detritos – conjunto devidamente certificado pela ANVISA.

A Berta dispõe de todos estes produtos, alguns deles modificados para atender especificamente este segmento, além de outros produtos compactos como minissalamandra e miniforno de lastro, normalmente utilizado para produzir pizzas médias em até 2min30s, e estufas para carnes que visam a conservação de hamburguers à 75º C, ficando o produto fora da zona de contaminação e fora da zona de cocção, ideal para o pico do atendimento.

food truck mini forno

food truck mini forno

Analisando o aspecto do benefício para o consumidor, chegamos a seguinte situação: com apenas 1h de almoço, o trabalhador brasileiro tem que almoçar e fazer outras coisas que podem tomar seu precioso tempo, seja uma ida a um banco ou a uma farmácia. Se este tempo ficar limitado devido ao deslocamento a um restaurante que fica afastado de seu local de trabalho, então suas necessidades deixam de ser atendidas.
Indo um pouco mais adiante nesta análise, se levarmos em consideração que um trabalhador leva em média 14min para se alimentar e que um restaurante leva em média 12min para produzir um prato de comida, e descontando-se ainda o tempo de pagamento do serviço, sobram apenas 30min para o trabalhador fazer o deslocamento até o restaurante mais próximo (ida e volta) e para fazer suas coisas. Um Food Truck leva em média 6min para produzir um prato, seja qual for sua especialidade. Com isso, o trabalhador passa a ter um acréscimo de 6min em sua rotina de almoço diário, sem contar o acréscimo do tempo do deslocamento aos restaurantes distantes de seu trabalho, o qual não será mais necessário.

food trucks

food trucks

Fora o tempo que o trabalhador ganhará em sua rotina de almoço, também haverá o aspecto financeiro, pois os pratos disponíveis nos Food Trucks tendem a ser mais baratos que em um restaurante de ponto fixo, independente da especialidade. Numa análise superficial, isso é possível em função do custo geral baixo (pessoal, aluguel, etc…).

Mesmo com um ticket médio mais baixo que o de um restaurante fixo, há casos em que a lucratividade do Food Truck representa um aumento de 70% neste tipo de negócio, em relação ao restaurante fixo.
Para os empreendedores que já se interessam neste mercado, em conformidade com a Lei 15.947/13, no município de São Paulo haverá a necessidade de solicitação, junto à subprefeitura do local pretendido para a localização do equipamento, do Termo de Permissão de Uso do espaço público (TPU). Além do TPU, deve-se solicitar a regulamentação da atividade perante a Secretaria Municipal de Transportes.

Até o final de fevereiro de 2014, o Poder Executivo deverá sancionar Decreto esclarecendo todos os procedimentos para a regularização da comercialização de alimentos – comida de rua. No art. 23 da referida Lei constam os documentos iniciais obrigatórios, que já podem ser providenciados.

Entre em contato e confira nossos Produtos Food Truck.

Comments are closed.